Daniela conta como foi viajar para Portugal com os filhos

Por: Daniela

Portugal com crianças é super legal! Já havia adiado algumas vezes uma ida à terrinha, achando que não era um destino ideal para crianças. Grande erro! Portugal é hoje um país super kids-friendly, todos nos trataram muito bem, as pessoas eram gentis com nossos filhos e faziam o melhor para agradá-los. E o que não faltaram foram atrações para divertir a garotada!

Nosso roteiro em julho começou com a chegada a Óbidos, linda cidade medieval a menos de uma hora do aeroporto de Lisboa. E, para nossa grande felicidade, chegamos durante o grande Mercado Medieval, um festival que re-decora toda a área histórica da cidade, transformando-a em uma verdadeira vila medieval. Os próprios moradores se vestem com roupas típicas, come-se o que se comia há 500 anos – além dos quitutes atuais, brincadeiras, apresentações musicais e teatrais, duelos de cavaleiros e muito mais.

Dormimos numa pousada que fica dentro dos muros da cidade e a experiência foi muito diferente. Aproveitamos para explorar as ruas em volta e adoramos cada lojinha, cada fachada, além de dar a volta na cidade caminhando por cima das muralhas. Bem legal!

De lá, seguimos para O Porto, onde nos hospedamos num hotel bem bacana, de frente para o Rio Douro, com piscina de borda infinita, um luxo! No entanto, o único ponto negativo é que ele não fica no Centro, então precisa pegar o carro para ir à qualquer lugar. N’O Porto, visitamos os pontos turísticos tradicionais, andamos de teleférico, visitamos uma vinícola de vinho do Porto, passeamos pelas calçadas e ruazinhas do centro histórico e, lógico, fizemos um tour de tuk-tuk delicioso (e relaxante para as pernas exaustas àquela altura).

Lá há uma atração muito boa para levar as crianças, um museu interativo cheio de curiosidades! Os meninos curtiram bastante! Adoramos uma frase que dizia na entrada: “Houve um tempo em que fazer-se ao mar era a coisa mais aventurosa que se podia fazer, o equivalente renascentista de ser astronauta”. Genial, né?

A partir de Óbidos, aproveitamos também para explorar os arredores do Porto, indo até a Foz do Douro e depois seguindo até Matosinhos, para conhecer o litoral. Depois de nossa estadia no Porto, fechamos com chave de ouro ao encontrarmos o cantor Sting no saguão e, lógico, tiramos uma foto juntos!

Do Porto seguimos para Évora, uma cidade cheia de surpresas e pontos a visitar. Ficamos numa pousada histórica que amamos, ainda mais que nos deram um upgrade e ficamos no melhor quarto, onde se hospedou D. João V séculos atrás, muito legal! Colado à pousada está um templo que é símbolo local, famosas igrejas e uma praça.

De Évora, seguimos para o Algarve. Praia, afinal, pois ninguém é de ferro e nada como muitos mergulhos no mar para renovar as energias! O hotel em que ficamos ali é espetacular, sofisticado na medida certa, sem ser esnobe. O staff super prestativo, tudo muito bonito e bem cuidado e com acesso exclusivo à praia, com direito à barraca, cadeiras e toalhas para os hóspedes. No regime de meia-pensão, temos acesso a 3 dos 6 restaurantes do resort, todos realmente maravilhosos! Mais um detalhe sobre como os portugueses adoram crianças: neste hotel, serviam as panquecas no café da manhã com formato da cabeça do Mickey! Fofos, né?

Como o hotel era sensacional e a praia calma, meu marido me proibiu de querer sair para conhecer outras praias, rsrs. Ele só queria ficar lá curtindo e relaxando. Então, o máximo que consegui foi contratar um barco para nos levar pelas belíssimas grutas da região. Lindíssimo!!!

Depois de alguns dias de vida mansa, voltamos à estrada para finalmente chegarmos à Lisboa, onde ficamos por quase uma semana. O hotel em que nos hospedamos era algo bem especial, uma espécie de “Copacabana Palace” de Lisboa, uma atração à parte. Mais uma vez, o único lado negativo deste tipo de hotel é que fica meio longe do “buxixo”. Numa próxima vez, prefiro abrir mão e ficar em algo mais simples, porém próximo das atrações.

Em Lisboa, fizemos um pouco de tudo. Visitamos os principais atrativos da cidade, passeamos em parque, fizemos umas comprinhas e aproveitamos alguns dos diversos mirantes da cidade para apreciar a vista.

Também passamos um dia em Cascais, passeando pela Marina, visitando um forte que agora abriga um hotel boutique, andando pelas ruazinhas do centro e curtindo um pouco a praia!
Acabamos utilizando o tuk-tuk por duas vezes, pois, além das crianças adorarem, fazia muito calor e no final do dia já estávamos bem cansados.

De Lisboa, esticamos um dia até Olival, uma pequena aldeia próxima à Fátima, para visitarmos primos, e aproveitamos para conhecer um castelo da era medieval, erguido no alto de um morro e cheio de lugarezinhos para explorar em volta.